A habilidade de comunicar sem ofender

Quem nunca ficou em dúvida se deveria dizer a verdade e expressar opiniões sinceras em um ambiente de trabalho?

Realmente é uma tarefa difícil. 

Mesmo quando há programas de avaliação de desempenho estruturados nas empresas, percebemos que a maioria esmagadora, mesmo em posição de liderança, simplesmente mascara a verdade por receio de magoar as pessoas ou ser mal interpretada.

Se direcionamos o nosso olhar para o ambiente familiar e social, se torna mais ainda um desastre…

São relacionamentos dissolvidos, abandono do lar e ambientes conturbados por conta das discussões e das verdades ditas de forma dura e cruel em momentos de tensão.

Qual seria, então, o ingrediente insubstituível (que não pode faltar) em um feedback informal ou em uma conversa franca? 

Para mim, há alguns, mas o principal é a compaixão

Deveríamos até nomeá-la como competência essencial para qualquer posição de trabalho. E, para que eu a tenha no trabalho, preciso exercitá-la em casa!

Por quê? A compaixão está presente… 

  • no nosso olhar acolhedor para o outro,
  • na escuta atenta, 
  • no sorriso verdadeiro, 
  • no pensamento de bondade, 
  • no aperto de mão transmitindo confiança, 
  • nos braços que acolhem o outro num simples abraço que deseja felicidades.

Deixamos de usá-la quando… 

  • somos intolerantes com as perguntas repetitivas, 
  • com a falta de visão daqueles que não conseguem enxergar aquilo que vemos, 
  • com a impaciência ao explicar aquilo que para nós é tão simples, 
  • quando usamos a ironia e o sarcasmo para repreender as pessoas à nossa volta ou 
  • para expressar ao outro o nosso pensamento divergente, ou quando nos colocamos em uma posição superior. 

E ainda mais… 

quando não nos permitimos errar e nos cobramos tanto a ponto de não enxergarmos as nossas próprias capacidades na ânsia de atingir a perfeição. 

Reflita sobre isso, dispondo-se a entender que cada pessoa possui suas próprias características, suas dificuldades, seus medos e não são exatamente como queremos que elas sejam, porque, assim como nós, elas são únicas.

Assim, ajuste sua linguagem verbal e não verbal a cada um, sem deixar de dizer o que precisa ser dito, sempre com equilíbrio e amorosidade.

É possível ser firme sem ser agressiva; gentil, sem demonstrar fraqueza.

Desejo que a sua compaixão para com o outro e para com você crie laços verdadeiros, fortaleça seus relacionamentos e permita despertar todo o seu potencial para a missão que abraçou em sua vida profissional e pessoal.

“A verdade sem compaixão se torna crueldade – para os outros e para nós mesmos.” Do livro The power of full engagement

Um abraço de muita energia para você!

Wayne Valim
Especialista em Inteligência Comportamental de Pessoas e Organizações

 

OBS: Vem aí uma grande novidade: Black Friday na WaysUP!!!

____________________________

Gostou? Compartilhe:

botão newsletter
Curta nossas redes sociais:

 

 

Conteúdo Relacionado