Como fazer a diferença hoje e promover um futuro melhor para as próximas gerações

Mudar comportamentos, mudar hábitos, manias, sentimentos, mudar até mesmo o nosso jeito de ser… para nós é tão difícil essa mudança, não é?!

Queremos ser melhores em tudo, daí nos criticamos, nos cobramos, exigimos a perfeição, e com isso, sobra até arrependimentos: “Por que fiz assim?!”

Será que há uma maneira mais fácil e menos sofrida de evoluirmos? rs…

Bem, sabemos que os filhos costumam repetir os mesmos hábitos dos pais, por isso geralmente vivenciam problemas semelhantes.

Quem sabe, então, se nossos pais tivessem nos ensinado desde pequenos a ter hábitos saudáveis, a praticar atividades físicas, ser emocionalmente equilibrados, saber nos comunicar com assertividade, ser mais decididos e menos ansiosos, será que teria sido diferente?

Se sim, como deveriam ter agido? O que deveriam ter feito diferente?

Acredito que não estaríamos sendo justos com nossos pais exigindo isso deles. Fizeram o melhor dentro da realidade deles, certo?

Mas a nossa situação é muito diferente…. nós temos acesso a informações que eles não tiveram e oportunidades infinitamente diferentes. Então, por que não construímos um legado diferente?

Sempre digo que não podemos voltar no tempo e fazer diferente, mas podemos mudar o curso da história. Temos essa maravilhosa oportunidade.

Nesta semana, por exemplo, conversei com um jovem universitário, estudante de direito, que não possui nenhum membro da família com curso superior. Filho de família humilde, paga seus próprios estudos com o salário do estágio e, nessa nova realidade de estudos e oportunidades, está surpreendentemente mudando o curso da história da sua família.

Então, pense comigo: se conseguirmos mudar já a partir de agora um pouquinho por dia, só um pouquinho por dia, conseguiremos mudar também as próximas gerações.

Pretensão? Acredito que não!

Imagine que você tenha na sua geladeira apenas alimentos saudáveis, que pratique atividades físicas regularmente com prazer, que tenha o hábito de ler bons livros, que tenha apenas conversas construtivas, assista a bons programas, que ame aprender…

Imagine que consiga manter o equilíbrio emocional nas situações adversas, que enfrente os desafios de cabeça erguida, que passe pelas dificuldades com serenidade, esperança e resiliência, que se dê bem com todos da sua família, incluindo cunhados, sogros e demais agregados.

Uau!!! Seus filhos, seus sobrinhos, seus primos, sua equipe terão você como uma referência absoluta e você estará, sim, mudando sua história e construindo um novo caminho, porque as pessoas vão aprender naturalmente com você. Portanto, não será tão difícil para elas quanto é para você hoje, concorda?

Então a pergunta de hoje é: como fazer a diferença em prol das próximas gerações?

Muitas vezes, não encontramos forças para realizar essa mudança apenas por nós mesmos, mas podemos buscar forças para fazermos o que deve ser feito pelas pessoas da nossa vida. E esse pode ser o nosso propósito maior.

Sendo assim, é hora de começar: identifique suas prioridades, aprenda com quem admira, busque um mentor para o que deseja mudar em você e siga melhor, um pouquinho só por dia, mas incansavelmente, sem se abater diante das dificuldades, porque esse será o seu maior legado.

A hora é agora! “Depois” pode se tornar “nunca”!

Um abraço de energia positiva para você!

Wayne Valim 


PS.: O nosso comportamento exerce mais influência do que a própria herança genética. Se havia alguma dúvida dessa verdade, a ciência está aí para comprovar.

_____________________________

Gostou? Compartilhe:

 

botão newsletter
Curta nossas redes sociais:

 

 

Conteúdo relacionado:

Quem tem um senso de humor inteligente vive mais

 

 

 

 

 

5 formas de ensinar seu cérebro a ser mais feliz

RENEW_01-09_6.0.indd