Como seu cérebro é afetado pela reclamação das outras pessoas

Ouvir alguém reclamar, lamentar o tempo todo nunca fez bem a ninguém. Isso nós já sabemos e sentimos na pele. Até mesmo quando somos nós os “reclamões”.

Por mínimas que sejam as lamúrias…

– Que calor horrível está fazendo hoje!

– Esse trânsito está de matar!

– Esse ar condicionado está muito gelado!

– Ihhh! Que comida salgada…

– Será que sou o único a trabalhar aqui?

Entender o que o ato de reclamar pode provocar no cérebro nos dará forças para buscar atitudes mais positivas e eliminar os mimimis.

Você sabia, por exemplo, que esse hábito pode afetar negativamente o funcionamento do seu cérebro?

Renomados cientistas afirmam que a negatividade e a reclamação alteram fisicamente a estrutura da mente e do corpo.

“Sinapses que disparam juntas, se mantém juntas”, afirmou o psicólogo Donald Hebb (1904-1985). 

Essa afirmação explica como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo a que é repetidamente exposto.

Portanto, a negatividade e as reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca.

Isso parece explicar por que é tão difícil para algumas pessoas saírem do estado de negatividade, afetando a si e aos outros, causando também um efeito em grupo:

“Quando alguém derrama um caminhão de fofocas, de negatividade e drama em cima de você, você pode ter certeza que está sendo afetado bioquimicamente, diminuindo as suas chances ser feliz.”  Alex Pietrowski, do Waking Times.

A exposição a esse tipo de influência provoca estresse, e sabemos que o estresse é inimigo da produtividade, do bem-estar e da felicidade.

Portanto, a reclamação e a negatividade afetam de maneira significativa a sua saúde e a felicidade.

Porém, como seres conscientes que somos, temos a responsabilidade de mudar esse estado.

Possuímos o poder de criar uma vida mais positiva, harmoniosa, próspera e abundante, garantindo assim a alteração positiva do nosso cérebro, dando a ele total condição de enxergar oportunidades novas e produtivas.

Para ajudar você nessa missão de alterar de maneira positiva as sinapses neurais, trago:

7 dicas práticas para acabar com a reclamação a partir de hoje:

  1. Reconheça que precisa mudar. Escreva: “Quero ser uma pessoa mais positiva!”;
  2. Defina um período para ficar sem reclamar (meta). Comece com uma semana;
  3. Identifique os “gatilhos” que disparam a reclamação. Assim, poderá redobrar a atenção nesses momentos;
  4. Comece sempre uma conversa com algo positivo. Se algo negativo escapar, imediatamente fale algo positivo;
  5. Crie lembretes e sinais para se lembrar da sua meta;
  6. Substitua o “tenho que” por “vou”, “conseguirei”, isso traz leveza nos afazeres;
  7. Exercite a gratidão, reconheça os pequenos avanços e comemore!

O que achou? Ficarei feliz em receber o seu feedback!

Gostou? Compartilhe:

botão newsletter
Curta nossas redes sociais:

 

Conteúdo Relacionado