Trabalho voluntário não é enfeite para currículo

“Quando passamos a fazer trabalhos voluntários, nos tornamos mais abertos, disponíveis. A tolerância e resiliência também são exercitados a cada dificuldade encontrada na rotina do voluntário.” Michele Dantas

Seja realista.

Sim. Ainda há pessoas (em pleno 2016) que inserem em seus currículos o trabalho voluntário como um enfeite. Uma “habilidade”. Uma forma de sensibilizar o recrutador talvez. Ou porque acham que “pega bem” se fazer de politicamente correto.

Mas o que o cara “good vibes” provavelmente não reconheça é o poder transformador que o voluntariado proporciona não apenas na vida pessoal, mas principalmente na profissional.

(Pausa) Peraí! “Principalmente na profissional” é meio forte, não?

Não! E eu vou lhes explicar o porquê.

Quando passamos a fazer trabalhos voluntários, nos tornamos mais abertos, disponíveis. A tolerância e resiliência também são exercitados a cada dificuldade encontrada na rotina do voluntário. É um exercício de paciência, trabalho em equipe, liderança, humildade e humanidade. É um ciclo de recomeços.

Quando nos engajamos em algo em que acreditamos, fazemos com paixão e garra! Não medimos esforços para atingir a meta e alcançar os resultados. Temos objetivo, foco e planejamento. Essa vontade em fazer o melhor pode ser compartilhada também no mundo corporativo. E porque não?

Sim, é possível transportar o espírito voluntário para o mundo dos negócios. Nos tornamos mais sensíveis aos problemas do colega do departamento ao lado. Buscamos por soluções mais simples e objetivas, nos tornamos mais disponíveis. Faça uma autoanálise. Como se sente quando consegue ajudar, de fato, alguém?

Pense bem. Trabalho voluntário é trabalho sério. E pra você que chegou até aqui é o “cara good vibes”, que tal pesquisar algum projeto de voluntariado no seu bairro, cidade ou empresa? Tire o trabalho do papel e mãos à obra!

Faça a diferença, na essência.

Artigo de autoria de Michele Dantas, publicado originalmente em Pulse

_____________________________

Conteúdo relacionado:
7 habilidades que realmente importam no currículo

Desenvolva sua liderança com a Ways up Coaching

Como fazer um currículo rápido e do zero

#WaysUpCoaching_CV_2

Conteúdo Relacionado